terça-feira, 12 de maio de 2009

O teu rosto de perfil

DSC04850 

Meia luz,
Com perfume de incenso
Oriental, que em calor se traduz
Numa só cumplicidade, tocando o “imenso”.

Três velas apenas,
Doces aromas no ambiente
Como palavras jamais idênticas,
Celebrando o que é agora diferente…
Um Amor bem presente!

Olho o teu olhar tranquilo,
Com a tua fragilidade amparada
Nas minhas mãos, protegendo aquilo
Que sinto em ti: A palavra sagrada!

O teu rosto, de perfil pacífico,
Esquecido das gincanas do quotidiano…
Sorrio ao teu rosto em prazer outrora ilícito
Mas seguro de que agora não é nada mundano!

A tua pele, o teu cabelo, o teu semblante
Em meloso sorriso, singelo no teu olhar
Fixo nos meus dedos de amante,
Mostram-me o que é sentir e verdadeiramente Amar!
Mostram-me a cumplicidade
Respirada de perto em palavras sopradas
Aos nossos ouvidos com serenidade.
Sensações sentidas de tão perto transportadas.

Vagarosamente,
Deixas de estar em perfil, dirigindo
Os teus lábios para mim dizendo
Levemente, arrastando as sílabas,
…Quase em surdina:
“Amo-te!…”

Uma vela apaga-se.

“Amo-te!” digo eu sorrindo.
Ficam só duas velas luzentes,
Dois de nós num só indivisível…