terça-feira, 31 de agosto de 2010

"Il dolce fare niente..."

Faço tempo nesta noite
Esperando chamada urgente
De uma Vida que não conheço.
As horas passam olhando para toda a gente,
Umas dormem descansadas nas quais reconheço,
O meu desejo de estar também
De olhos e sonhos fechados...

Tem de ser assim, eu sei...
Não posso deixar direitos não reclamados.
É uma missão que levo a peito,
É uma honra que visto muito a preceito.

Fui eu que a escolhi: Uns meros dias
Num mês a troco de algumas vidas.
A prata que recebo não compensa as noites não dormidas,
Mas assim posso eventualmente salvar algumas Vidas.

Não estou sem nada fazer,
Estou sim, a postos para alguém socorrer

"Tou cansado e ainda vou só na minha primeira de 5 noites de prevenção, sem chamadas, sem urgências, sem descanso, sem factualização do que é hoje a minha missão..."

Sem comentários: