terça-feira, 19 de junho de 2007

Prisão!

O que é a Prisão?

Prisão é a inevitabilidade do tempo,
Uma certeza candenciada,
Umas vezes a passo lento
Quando nos apetece ser ultrapassada.
Outras vezes rápida
Na inefabilidade dos bons momentos...

Prisão é o sonho de voar
Mais alto que os sonhos!
Tocar a prata e o ouro do luar!
Então sonhamos presos ao chão
Com medo de futuros medonhos
E incapazes de ouvir um "Não"

Prisão é fingir que os sentimentos,
Não são mais que tormentos,
Pensando que nos prendem
Quando de facto nos libertam,
Nos alia aos que também deveras sentem,
Aliança dos que nunca desertam!

Prisão é olhar para o presente
E negar que é falso o que vemos,
Que é improvável o futuro que se sente,
Que é preferível a segurança que hoje temos...

Prisão é um poeta gritar
No meio de palavras interpretáveis!
Gritos encriptados de quem não quer odiar,
Amar, chorar, sonhar, respirar...
Acreditar...

Apenas viver,
Sem prisões,
Felizmente Ser
Livre sem senões!

Bem hajam! * * * *

Sem comentários: