terça-feira, 26 de junho de 2007

Tema para divagar

Outra noite se fez ficar.
Outra noite sem ninguém.
Outra noite de puro ócio.
Mais uma de desdém
Por aquilo que me faz divagar.

Importância não dou,
Nem mesmo ao vazio da noite.
Não há sorriso dócil
E o vento frio na face é açoite.
Incrível! Ao espelho nem mesmo eu sou...

Divago agora com a Lua
Como fundo. Enfim...
Lá ela me há-de compreender!
Impávida, serena, olha pra mim.
Numa rotina nocturna bela, só sua

Bem hajam! :) * * * *

Sem comentários: