domingo, 15 de março de 2009

Beijo de Sol

O Sol brilha no meu rosto
Quando vejo o amanhecer
De um novo dia que desperta o gosto
De ser feliz, de em ti Viver!

Passeio por vales e montes
Verdes e bucólicos, procurando
O Mar e suas costas: autênticas fontes
De alguma felicidade que vou encontrando.

Sigo o caminho iluminado
Por este Sol e por este vento calado,
Abrindo os braços a um estado
Geral de graça, elevando o meu sorriso
Ao céu azul, imaginando sentir
O flutuar do teu cabelo liso!
Imaginando um dilúvio de beijos
Que um dia hão de vir!
Imaginando sorrisos teus, tão verdadeiros!

O Sol vaisse deitando no mar e areia...
Vai dando beijos lentos e quentes,
Como amante à tua beira...
Pergunto-me... Também os sentes?
Dormem mil beijos nos meus lábios...
Esperando como velhos sábios...

Mil beijos...

Beijos elevados à potencia "beijo" e multiplicados pelo infinito positivo
e sem cálculo de limites posteriores!
Para todo o n pertencente aos Reais positivos!

;)

6 comentários:

Mona Lisa disse...

Bem...até que enfim, estava mesmo a ver que andavas a poupá-los:P
Já começo a repetir-me, mas o que escreveste é lindo, como sempre!:)

Boa semana!
Beijos******!

... Henrik ... disse...

Ai... o que eu escrevi não é nada lindo... o que é linda é a pessoa que me inspira todos os dias para escrever algumas linhas!!! =)

Nunca te repetirás enquanto tiveres a falar comigo!!! =D
E se te sentires repetida... por favor... repete só mais uma vez! =P

BEIJÃO!!! * * * * * * * * *

Mona Lisa disse...

É LINDO sim, não me contraries:P Já agora, nem mencionei o pôr-do-sol, que também é lindo:P Enfim, grande fim-de-semana que tiveste!:)
Beijos!!*****

... Henrik ... disse...

Ainda tou à espera de por do sol ainda mais bonito, devidamente acompanhado (e eu sou esquesito).

=P

Beijão!!!!! =D * * * * * *

Daniel Silva disse...

Permite-me o espaço para responder à pergunta ao lado, ou melhor, tal como o adágio "a minha liberdade acaba quando começa a do outro", também aqui cabe dizer "o destino nao está na tua mão; está nas tuas mãos"...

Nao voltaste a tocar para blogosfera ver. Ficaste com medo do meu pedido tacitamente indeferido? ;)

Abraço

... Henrik ... disse...

Daniel,

Concordo contigo! O Destino é de quem o fabrica! Eu gosto de saber que tenho influência no meu destino/fortuna, tal como se fosse uma lei de Newton! Mas isso está para vir num futuro post!

O teu pedido não foi indeferido! Descansa, tás à vontade. Eu não passo de um simples interprete que nem por isso interpretou da melhor forma. Quanto a futuros videos... Just wait and see... Os únicos factores limitante aqui são mesmo:
- o meu trabalho,
- a vizinha xata de cima
- a lei do "barulho" em condomínios,
- a minha falta de treino,

- logo, o tempo não metereológico é o factor principal.

Abraços e fica bem! =)