sábado, 21 de março de 2009

Vontade vs. Respeito

Ir a correr vs. ficar e roer as unhas
Ir ter com a Felicidade vs. ficar a Choramingar

Sorrir vs. Entristecer

Deixar ao acaso vs. Ter mão no querer

Perdoar vs. Esquecer

Conhecer vs. Pensar que se conhece

A Vida é tão cheia de contradições, muros que colocamos no meio de nós própios... Fiz uma sondagem no meu blog sobre o destino... Incrível! A maioria acredita no destino... Deixem-me vos dar uma novidade! Abram os olhos, não existe tal cousa como o destino!!! é tudo treeeeta!!!!

UHmppfff... O amanha é ditado pelo que voces e cada um de nós fazemos desde o momento em que nascemos até ao presente!
Vou dar um exemplo: Se mandarem alguém à fava agora, têm a probabilidade de o "destino" ser essa pessoa ir mesmo à fava e a nós também, ou mesmo essa pessoa ainda se aproximar mais numa atitude de "quanto mais me bates mais eu gosto de ti"...

O problema é mesmo quando nós temos mesmo vontade de alterar o nosso futuro sendo pró-activo... mas depois temos de conjugar o respeito que temos pelos outros.... num equilíbrio delicado... é mais fácil cair a minha vontade do que o respeito que tenho pela outra pessoa (A., tu tinhas razão... Tu n me mereceste, mas tb tá dificil encontrar alguém que me mostre que me merece.... e quando parece que encontrei, acabo por sentir o tiro no pé e não vejo quem disparou...).

Hoje apetece-me não dar uso a palavras... algumas são boas demais para serem banalizadas e desacreditadas... o que pelos vistos é moda nos dias que correm

Nada é linear... Ninguém é perfeito...

Relembro a Amelie Poulain, musa de Yann Tiersen, e o qual eu interpreto. Sim Z., este video é para ti, é o único acto vísivel que as palavras não servem para traduzir e que eu consigo fazer com que chegue a ti.

video

9 comentários:

Mona Lisa disse...

Eu fui uma das duas pessoas que responderam que não acreditam no destino. Nunca acreditei e continuo a não acreditar. Não acredito em nada pré-definido porque para mim não faz sentido estarmos neste mundo se a nossa vida e futuro não dependem de nós.
Quanto ao resto, a música é linda...neste momento não consigo dizer mais.
O respeito...mostra-se nas pequenas coisas, nos pormenores..naqueles, quase microscópicos. Para mim o respeito é isso.
Posso perguntar porque escolheste esta fotografia??

Myosotis disse...

O filme é lindo, a música é divinal!! Por instantes acreditei que tinhas escrito uma letra para esta música ;) mas ainda bem que não o fizes-te, ela fala por si!!

Who lucky is Z...

**Beijinhos**

... Henrik ... disse...

Fazes bem em não acreditar no destino Mona Lisa, porque o destino é o que o homem fizer dele.

Eu sei que gostaste da música, independentemente das circunstâncias...

O respeito... tens razão... mostra-se nas pequenas cousas é por isso é que quando alguém se queixa de falta de respeito eu repondo "compra uns óculos para veres mais de perto".

A fotografia encontrei no google e já te expliquei pork.

Beijos enormes e muito especiais! ******************************************************* (agora queixa-te que tens poucos beijos meus...)

... Henrik ... disse...

Myosotis,
O filme é lindo, a música é divinal... tens mesmo razão...

A música não precisa de letra pork eu n consigo de deixar de me emocionar com a música... não dá para reparar bem pork o video têm as suas limitações e o contraste a preto e branco ajuda a esconder o que vai dentro de mim...

"Who lucky is Z..."
Isso é uma pergunta?
A Z. é uma menina, linda, maravilhosa, inteligente, cativante, fascinante, e tantas outras qualidade e defeitos... O que é ela para mim? Ela é a minha Musa, o meu Amor Platónico, a minha irracionalidade sentimental e a minha razão louca...
Por vezes chego a perguntar-me se Ela não será fruto da minha imaginação, uma uma pessoa real que me quer dar uns estalos valentes.... enfim....

Quem é a Z.?

Beijos

Miss Glitering disse...

Bem Henrik, nem sei o que dizer. Amei é pouco. O texto com a tua interpretação é fascinante.

Espero, muito, que a Z. não seja producto da tua imaginação. Seria um desperdício a não partilha de uma pessoa como tu e as músicas que tocas.

Beijo.

*

... Henrik ... disse...

Obrigado Miss Glitering,

Isso do desperdício tem que se lhe diga...

Eu não quero que me subestimem, mas também não gosto que me superlativem... Gosto muito de humildade.

Eu toquei para a câmara, nunca ciente da quantidade do público. Mas como publiquei tá acessível a toda a gente. Num outro contexto eu sentir-me-ia muito inibido... Tenho muitos complexos com audições, talvez pork o medo de falhar seja maior do que o prazer que tenho em tocar.

Mais uma vez, Obrigado...

Aprendiz disse...

Não tenhas medo de audições. Eu gostei, e gosto também deste modo quase inocente de te "anunciares" perante a Z. Mas eu, que sou um leito, mero aprendiz, te digo para não deixares que o virtual te crie musas do Olimpo e, por isso, inatingíveis. Cada vez me convenço mais que isto é um passatempo, em que tudo o que parece não é, e tu és genuíno o que faz de ti uma pessoa especial mas vulnerável!
Abraço

... Henrik ... disse...

Aprendiz,

"Não tenhas medo de audições"
Tenho sim... Sinto-me sempre avaliado por olhares e ouvidos capazes de tecer as maiores críticas como também pelos maiores elogios.

"e tu és genuíno o que faz de ti uma pessoa especial mas vulnerável!"
Obrigado... Faço por ser genuíno e fiel a mim próprio. Ser especial? Prefiro pensar que sou especial para alguém e não especial "per se", mas obrigado. Vulnerável? Sem dúvida, caso contrário não me sentiria capaz de aprender em sociedade, é nos meus erros que vou aprendendo, e só posso errar sendo vulnerável. Digo eu...

Fez-me querer falar sobre isso num futuro post!

Obrigado! ;)

Abraços! =D

Daniel Silva disse...

Pelo video, Parabéns. Está muito "alinhado" (no sentido de colado) ao original, se tirarmos o natural eco de um piano que nao está a ser tocado em estúdio. Ouvi ambas as versões quase em simultâneo. Uma delas está como fundo do meu blogue na playlist.

É curioso que no início do filme dizes qualquer coisa tipo: "vamos la entao"... (ou parecido). A dares-te força ;)

Obrigado pelos belos momentos de poesia tocada.

Please keep going.

Abraço