domingo, 1 de fevereiro de 2009

Diletante...

Sento-me acompanhado de um licor,
Uma pauta de música e
Um cigarro acesso... Penso na cor
Que me preenche neste vazio,
Pedindo às teclas que esqueçam o frio
Deste dia cinzento... por favor,
Só um pouco de alento...

Invoco Chopin?... muito deprimente.
Chamo Beethoven? Pode ser.
Passeio pelo Jazz na minha mente,
Recordando o que deixei de ver
Numa outra pauta...
Recordando o que me faz falta!
Encho outro copo de ébriedade,
Solto uma cinza teimosa
Em honra ao que já foi verdade.

Já escolhi! Liberto os dedos diletantes
Em teclas pretas e brancas,
Fechando os olhos distantes
Imaginando que és tu que cantas!
É tudo falso! Só eu e tu meu amigo
Negro que alinhas sempre comigo
Em notas e ritmos loucos,
Juntos pertencemos aos poucos
Diletantes, boémios, nostálgicos...
Mas verdadeiros!

Deixa o tempo passar nos esteiros
Da nossa fútil existência!
A música guia-nos no vazio
Que este Mundo diz que já viu...
O cigarro pendurado nos meus lábios
Já incomoda, o licor vai no fim...
Sim meu amigo... vou terminar assim.
A Vida também tem pausas, dizem os sábios!

10 comentários:

Mona Lisa disse...

Não me digas que tocas piano...?! Tocas mesmo?!

... Henrik ... disse...

Já toquei mais, outrora, em tempos idos...

Agora é mais como passatempo, como tirar umas férias de 10 minutos do meu Mundo.

A música sempre fez parte da minha Vida, e o meu piano já me acompanha há muito ano. Mas eu sei que ele tem saudades dos tempos em que passava com ele muito mais horas por semana do que hoj em dia. Enfim...

Mona Lisa disse...

Uaau...não acredito...Eu adoro pianos e pianistas.Passei 8 anos à procura de um pianista-cientista, nem dá para acreditar que cá em Portugal até existe um com mais de 18 anos!ahaha Bem, fiquei sem palavras..parabéns e não deixes de tocar!

... Henrik ... disse...

LOLOLOLOL!!!
Andas-te à procura??? Search no more! You've found one of them!

Nunca deixarei de tocar, é uma experiência excelente e indiscritível para coração, mente, dedos e braços.

Já agora, não fikes sem palavras porque o silêncio é a minha pior tortura!

Mona Lisa disse...

Podes crer que andei mesmo á procura ahaha Acredito que seja uma experiência excelente, e se é assim para quem toca..nem imaginas como é para quem está a ouvir;))
Bom, não te chateio mais (por hoje lol),já sei que o pianista-cientista existe, por isso acho que esta noite vou dormir mesmo descansada ahaha.
Boa noite para ti, beijo

... Henrik ... disse...

Eu sei o efeito que provoca nas pessoas que ouvem. Felizmente e infelizmente sei.

Não incomodas de modo algum, tás à vontade. Dorme bem então!

Beijo

Mona Lisa disse...

LOL Já viste...tu obrigas-me a ser chata! (já agora, se calhar devias estar a dormir:)

... Henrik ... disse...

Isso é seres xata? não acrdito... nao me sinto incomodado!

já é hábito ficar aaté mais tarde a ouvir música e ver filmes da minha vida, vou falando com quem está longe pela net, vou falando com quem sei que n vou ter resposta, vou falando comigo.

No fim acabo por adormecer e amanhe é dia de tomar conta de muito doentes que estão a contar comigo e com a minha maneira de ser :)

fikas com o meu messenger para me xateares à vontade: henriquemiguel.pereira@gmail.com

Beijos* * * *

Xana disse...

Muito intenso este musical da vida , gostei :)
virei cé de novo , visita-me se quiseres!!
boa semana

Inês disse...

Hum.. interessante o poema...trouxe-me uma imagem ao meu pensamento lento... uma lembrança... e uma pergunta... para quando uma das promessas que me fizeste??
beijos