quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Pianíssimo



Shiiiuuu... Silêncio
É pedido nesta cabeça...!

Tenho de tocar levemente,
Nas notas que guardo na minha mente
Tocar piano, pianíssimo,
Em sentimento coaguladíssimo
No tempo em que agora mando,
Obedece e não oferece pranto.
Tenho de deixar a prudência atrás
De mim, pois ao meu lado nada faz

Sem ser troça de mim! Furor fica quieto
Só por uns instantes! Olha que é decreto!!!
...Depois não sei de ti quando preciso...
Imagina que a Musa aparece sem aviso?

Piano, pianíssimo, tens de ficar... =(
Lá fora está geladíssimo, mas há sempre
Um irmão teu por perto se bem me lembre...
Levo comigo a emoção empacotada pronta a viajar,
Levo o coração de pedra para me encorajar!

Não te preocupes... Não te olvidarei!
Onde quer que esteja lembrar-me-ei da tua voz
Ansiosa por Tchaykovsky e o seu quebra-noz

Já é tempo de ser impulsivo!
Viva a aventura que jáz à minha frente!
Não vou para me tornar repulsivo,
Mas sim para tocar pianíssimo na minha mente,
Com clareza de espírito e alma.
Abençoado por uma paradoxal calma...

Piano, Pianísssimoooooo.....
Quase a desfalecer
Num doce e eterno estimo!
Pianíssimo sempre em mim!
A ciência vem sempre em recta afim,
Também para mim! =)

Obrigado aos dois!...
Piano dorme na minha mão,
Ciência dorme na minha cabeça.
Juntem-se os dois no meu coração,
Pois isso nunca será, nem crime nem sentença!

3 comentários:

Medusa disse...

Comentário a farmaceutico... xd pois é, parece que essas pessoas te estragam o negocio!lool. obrigado, por passares e comentar ;)

parabéns pelo blog...tb tenho passado por aki...;)

****

... Henrik ... disse...

Obrigado por gostares! =)

Não, ninguém me estraga o negócio! Até porque sou contra o negócio na saúde, e eu falei de saúde. Tá bem que falei na farmácia, mas é aí onde estão esses medicamentos! ;)

Também tenho passado plo teu blog! =)

Beijo! * * *

Dianinha disse...

Queres melhor equilíbrio do que razão e coração?! Sortudo! Tens os dois ... Um através da arte nos dedos. Outra através das métricas e equações. Perfeito! :)

* * *